Linguiça Toscana

Quem disse que para a comida ser gostosa ela precisa ser chique?

Hoje vou postar uma receita que não é muito requintada mas que eu acho uma delícia. Linguiça toscana picada com batatas. Fácil, rápido e gostoso.

Confesso que sou fã da linguiça toscana, é o que mais como no churrasco. Comer muito dela não é saudável, eu sei, mas com moderação não faz mal, né? ;)

Abraços e até a próxima.

Linguiça com batatas
Rende 6 porções

Ingredientes:

1 kg de batatas cozidas e cortadas em cubos médios
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
1 kg de linguiça toscana cozida e cortada em rodelas
2 cebolas picadas
4 dentes de alho picados ou amassados
400g de tomates picados
Manjericão e cebolinha
Queijo Parmesão ralado
6 ovos cozidos e picados

Modo de Preparo:

Coloque as batatas em um tabuleiro antiaderente, regue com azeite epolvilhe queijo ralado. Leve ao forno médio (200°C) para assar até dourar.

Aqueça a manteiga e frite a linguiça com a cebola e o alho.

Numa pirex coloque as batatas, a linguiça, os ovos e o tomate. Coloque o manjericão e a cebolinha por cima. Sirva imediatamente.

Bolinho Violeta

Mais um bolinho confeitado. Acho que vou me especializar em bolinhos. São mais faceis de fazer do que os bolos grandes. :)

Cobri ele de pasta branca e pus flores como se fossem violetas. Ficou meiguinho, não foi?

Fiz de presente para uma grande amiga. A idéia era fazer flores de alfazema mas são muito difíceis então fiz violetinhas.

Abraços e até a próxima.

Projeto Doceria

Quero começar esse post me desculpando por não estar escrevendo regularmente às sextas-feira. Como tinha combinado as sextas são para falar um pouco da doceria. E é, exatamente, por isso que estive "farrapando" nessas últimas. Não tenho me dedicado ao plano de negócio da doceria, logo não tenho novidades para contar.

Essa semana comprei mais um livro para me ajudar a fazer o Plano de Negócio: Boa idéia! E Agora? de Fernando Dolabela e Louis Jacques Filion. O nome, realmente, não é muito bom mas o autor (Fernando Dolabela) é. Tenho outro livro dele também muito bom: O Segredo de Luísa. Indico a todos que precisam fazer um plano de negócio.

Na área de produção da doceria vai tudo muito bem. A foto é de mais uma torta sem açúcar que sei fazer. Essa é de morango coberta com chocolate ao leite. Fiz no dia dos pais do ano passado. Fez o maior sucesso aqui em casa. Além de gostosa ela fica bem bonitinha.

Abraços e até a próxima.

SEXTA-FEIRA DA DOCERIA DIET. Toda sexta compartilharei as novidades sobre nossa futura doceria diet.

Torta Alemã

Semana passada fiz uma torta alemã para meu maridinho. Como vocês podem ver eu tenho dificuldade de encontrar o centro da torta. Olhando a foto vocês podem ter a impressão de que ela está caindo para um lado, mas ela ficou gostosa mesmo assim.

Sem querer acabar com todo o charme e requinte da torta alemã, a verdade é que ela não passa de um pavê desenformado. Mas isso não é motivo para ficarem desapontados. Isso quer dizer que fazer a torta alemã é fácil e vocês poderão prepará-la todas as vezes que der vontade.

Abraços e até a próxima.

Torta Alemã

Ingredientes:

400g de manteiga sem sal
2 latas de creme de leite sem soro
500g de açúcar refinado
500g de biscoito maria ou maisena
1 xícara de leite
1 xícara de chocolate em pó
Gotas de essência baunilha a gosto

Cobertura:

200g de chocolate meio amargo
50g de chocolate branco
1 lata de creme de leite com soro

Modo de Preparo:

Bata a manteiga com o açúcar.
Acrescente o creme de leite e a essência de baunilha.
Divida o creme em duas partes, em uma das partes acrescente o chocolate em pó.
Em uma fôrma redonda de 30cm forrada com papel manteiga, filme ou alumínio intercale camadas de biscoitos, umedecidos no leite, com camadas de um dos cremes (biscoito – creme branco – biscoito – creme de chocolate) até acabar.
Leve ao freezer por no mínimo 2 horas e coloque a cobertura.

Cobertura:

Derreta o chocolate amargo e misture com o creme de leite.
Cubra a torta com esse creme e decore com chocolate branco derretido.
Mantenha a torta na geladeira até a hora de servir.

Dicas:

Você pode usar o soro do creme de leite para molhar os biscoitos.

É importante que o creme de leite esteja gelado para o creme não ficar muito mole.

Feijão: passo a passo

Hoje o post vai ser um pouquinho maior. Como nossa amiga Raphaela pediu, vou postar uma receita de feijão feita passo a passo. 

Eu não sou nenhuma expert em fazer feijão. Pesquisei algumas receitas e cheguei nessa que irei postar. Ela fica gostosa e é bem fácil e prática. Espero que vocês aprovem.

Qualquer dúvida podem perguntar. Se eu souber responder terei muito prazer em fazê-lo.

Abraços e até a próxima.

Feijão

Ingredientes:

1 1/2 xícara (chá) de grãos de feijão
2 colheres (sopa) de óleo
1 cebola pequena ralada
2 dentes de alho amassados
2 cubinhos de caldo de bacon
Charque a gosto dessalgada (opcional)
Água quente
Sal a gosto

Modo de Preparo:

Comece catando o feijão. Você pode encontrar pedrinhas, grão estragados e grãos pela metade. Eu prefiro tirar tudo o que não é um grão inteiro e saudável.

Coloque de molho em água fria. O ideal é que passe cerca de 6 horas, trocando a água pelo menos 3 vezes durante esse período.

A charque deve ser dessalgada: leve ao fogo com água e deixe ferver por uns 10 minutos. Retire do fogo, escorra e passe na água fria para retirar o resto do sal. Reserve.

Leve ao fogo, numa panela de pressão ou numa panela normal, o óleo, a cebola e o alho amassado. Refogue bem, acrescente a charque, o feijão e os cubinhos de bacon e deixe refogar mais um pouco. 

Coloque água até cobrir os feijões e feche a panela. Se estiver fazendo numa panela de pressão deixe 8 minutos após pegar pressão. Após os 8 minutos desligue o fogo, deixe a pressão sair e abra a panela. Se precisar acrescente mais água, e coloque o sal. 

Se o feijão ficar com muita água amasse alguns grãos cozidos e coloque de volta no feijão. Deixe no fogo até secar um pouco.


Cozinhar o feijão numa panela normal demora mais tempo. Deixe cozinhar até os grãos ficarem maleáveis. Se for preciso coloque mais água durante o cozimento.

Aniversário de painho

Ontem foi aniversário do meu pai. E é claro que eu fiz um bolinho decorado para ele.

Fiz ele com nossos cachorrinhos, Nick e Bob, e as colerinhas caídas no chão. Ficou muito engraçado.

Mais uma vez repito: não tenho muita prática mas estou treinando. O que importa é que ele gostou.

Abraços e até a próxima.

Pavê de creme e chocolate amargo

A receita que vou postar hoje foi uma brincadeira minha na cozinha que deu certo. 

Com vontade de cozinhar mas sem saber o que, catei o que tinha na despensa e me aventurei a fazer um pavê com chocolate amargo, leite condensado e castanhas do pará.

O resultado foi o pavê de creme com chocolate amargo. Para quem gosta muito de doces, comê-lo vai ser uma experiência prazerosa. 

ATENÇÃO: Não me responsabilizo pelos quilinhos a mais e as taxas de glicose nas alturas. :)

Abraços e até a próxima.

Pavê de creme e chocolate amargo

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
A mesma medida de leite
2 gemas
1 colher (sopa) de amido de milho
Essência de baunilha a gosto
1 pacote (200 g) de biscoito maria ou maizena
1 lata de creme de leite
200g de chocolate meio amargo

Modo de Preparo:

Leve ao fogo alto, mexendo sem parar, o leite condensado, o leite, as gemas e o amido de milho. Quando começar a ferver diminua o fogo e fique mexendo às vezes para não queimar até que fique um creme consistente. Reserve.

Em uma pirex coloque uma camada dos biscoitos molhados em leite e cubra com um pouco do creme já frio. Continue intercalando as camadas até acabar, terminando com uma camada de biscoitos.

Derreta o chocolate, misture ao creme de leite e cubra o pavê com esse creme. Decore com castanhas do pará, amendoins ou castanhas de cajú.

Leve à geladeira por no mínimo 4 horas ou ao freezer por 2 horas.

Croquete Espanhol

Cozinhar algo novo é sempre meio estressante. Passar a manhã toda cozinhando para depois o prato não dar certo é bem arriscado. Para quem gosta de cozinhar como eu a situação é vista de outra forma: uma oportunidade de descobrir mais uma receita deliciosa.

Semana passada passei por essa experiência (que deu certo) e descobri o croquete espanhol. Um bolinho frito de batata com sardinha. Fiz para o almoço mas ele também pode ser servido como petisco e lanche. Aqui em casa ele foi aprovado, espero que vocês gostem também.

Abraços e até a próxima.

Croquete espanhol

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de margarina
1 cebola média picada (eu prefiro ralada)
2 tomates picados
2 e 1/2 xícaras (chá) de batata cozida e espremida
1/2 xícara (chá) de leite
1 lata de sardinha escorrida e sem espinhas
2/3 de xícara (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de cheiro-verde picado
Sal e pimenta do reino a gosto
2 gemas
2 claras para empanar
1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de rosca
Óleo para fritar

Modo de Preparo:

Refogue a cebola na margarina. Acrescente o tomate e cozinhe por 3 minutos. Adicione a batata, o leite, a sardinha e misture. Junte com a farinha de trigo e mexa. Retire do fogo, adicione o cheiro-verde, sal, pimenta e as gemas, uma a uma, batendo a cada adição. Deixe esfriar. Molde os croquetes, passe nas claras e na farinha de rosca e frite aos poucos em óleo quente até dourar. Escorra em papel toalha e sirva.

Dica: Se a massa ficar muito mole para modelar os bolinhos leve ao fogo novamente e acrescente farinha de rosca até ficar num ponto ideal para modelar.

Dia das mães

Nesse dia das mães resolvi brincar um pouco com a pasta americana novamente.

Fiz um bolo em homenagem as mães:
Cupcakes confeitados:
Minibolo com flores:
 
Minibolo do Snoppy:
 
Vocês podem ver que não ficaram maravilhosos. Meu snoppy ficou tombando para um lado mas estou aprendendo e me diverti muito fazendo eles.

Tenho um outro projeto para o aniversário do meu pai. Se der tudo certo posto as fotos aqui para vocês.

Abraços e até a próxima.

Torta Glória

Hoje é meu aniversário, por isso resolvi postar aqui a receita de uma de minhas tortas preferidas: a torta glória. A receita aprendi com a Ana Maria Braga. É uma torta lá da região Sul do Brasil que combina chocolate com morango, tem coisa melhor?

A versão diet eu já tenho, faz parte do cardápio da doceria. Fica tão gostosa quanto a normal. Espero que vocês apreciem a torta tanto quanto eu. 

Abraços e até a próxima.

Torta Glória 

Ingredientes

Massa:
2 pacotes de biscoito de amido de milho
3 colheres de sopa de margarina sem sal, totalmente derretida

Recheio:
meio litro de leite
2 gemas
50 gramas de amido de milho
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite com soro
essência de baunilha a gosto
meio quilo de morangos lavados e sem os cabinhos

Cobertura:
200 gramas de chocolate meio amargo picado
400 gramas de chocolate ao leite picado
1 lata de creme de leite com soro
1 colher de sopa de rum ou gotinhas de essência de rum
morangos com cabinhos para enfeitar

Modo de Preparo

Massa: Bata os biscoitos num processador ou liquidificador até virar uma farinha. Despeje numa vasilha e vá adicionando, aos poucos, a margarina derretida. Obs.: O ponto da farofa é quando ela está meio úmida.

Recheio: No liquidificador, bata o leite, as gemas, amido de milho e reserve. Numa panela em fogo baixo, coloque todo o leite, o leite condensado e o creme de leite. Mexa bem até engrossar. Retire do fogo e acrescente a essência de baunilha. Retire a massa do forno e recheie com o creme. Cubra com os morangos.

Cobertura: Em banho-maria, misture os dois chocolates até derreter bem. Desligue o fogo e acrescente o creme de leite, aos poucos e mexendo sempre. Coloque o rum e misture mais. Você vai cobrir a torta com esta mistura até tampar todos os morangos. Balance a fôrma desse jeito para acertar o nível. Leve à geladeira por duas horas. Passado esse tempo, desenforme e enfeite com os morangos com cabinho.

Pesquisa de mercado

Um dos pontos para elaborar o plano de negócio da nossa doceria é conhecer seu público-alvo e, para isso preciso fazer uma pesquisa de mercado. Através da pesquisa descobrirei as preferências, características e motivação de compra dos diabéticos. 

Existem empresas especializadas em pesquisas mercadológicas que fazem isso, mas infelizmente por motivos financeiros, terei que fazer isso sozinha. Primeiro definirei o objetivo da pesquisa e depois terei que elaborar um questionário. Até aí tudo bem, o problema são quantas entrevistas terei que fazer.

No livro "Como elaborar uma pesquisa de mercado" do SEBRAE aprendi como descobrir a amostra necessária para uma pesquisa confiável. O problema é que para minha pesquisa preciso entrevistar 100 diabéticos. Acho que não conheço nem 10.

O importante é que confio no Senhor. Foi Ele que colocou em meu coração esse projeto. Não tenho dúvida que Ele está ao meu lado pronto a me ajudar.

Então vamos lá, elaborar essa pesquisa e correr atrás de diabéticos por aí.

Abraços e até a próxima.

SEXTA-FEIRA DA DOCERIA DIET. Toda sexta compartilharei as novidades sobre nossa futura doceria diet.                                                                                                                          

Sopinha da mamãe

Minha mãe é uma graça. Ela diz que não gosta de cozinhar mas em compensação ama comprar revistas de culinária. Ela reclama que não cozinha direito mas, para mim, comer na casa dela é sempre uma festa. Feijoada, bolinho de carne, cozido, munguzá, canjica, é tudo uma delícia.

Ela é aquele tipo de mãe que prepara ou compra o que você estiver com vontade de comer. Às vezes ela exagera na quantidade mas acho que é reflexo do amor dela. Cada um tem seu jeito de expressar o amor, com certeza o dela é prover o melhor e mais gostoso para sua família.

Mãezinha, eu te amo muito.

Vou postar aqui uma das receitas da minha mãe que copiei do caderninho dela quando casei. É uma sopa de batata bem fácil de fazer, bom para os dias chuvosos e mais frios.

Não posso deixar de desejar a todas as mães um FELIZ DIA DAS MÃES!

Abraços e até a próxima.

Sopa de batata

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de azeite
1 dente de alho amassado
1 cebola média cortada em rodelas ou picadas
2 batatas grandes
1 cubinho de caldo de frango
Água quente
Sal a gosto

Modo de Preparo:

Refogue a cebola e o alho no azeite. Acrescente as batatas descascadas e cortadas em pedaços médios. Refogue bem e acrescente água até cobrir as batatas. Coloque o cubinho de caldo de frango e deixe cozinhar até as batatas ficarem macias.

Retire do fogo e bata no liquidificador até ficar homogêneo, sem pedaços. Se ficar muito grosso acrescente mais água. Leve de volta ao fogo e coloque sal se precisar.

Sirva com queijo (de sua preferência) picado e queijo ralado, acompanhado com torradas.

Pudim de coco

Quando eu era pequena o domingo era dia de almoço na casa da minha avó materna com toda a família reunida. Alguns desses almoços vinham acompanhados do delicioso pudim de coco que as minhas tias faziam. 

O coco dá um sabor todo especial ao pudim. Para quem já cansou e quer mudar um pouquinho o pudim de leite essa receita é uma boa opção. Garanto que não se arrependerão.

Abraços e até a próxima.

Pudim de coco

Ingredientes:

1 xícara de açúcar para caramelizar a forma
1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
200 ml de leite de coco
3 ovos
1 xícara de coco ralado

Modo de Preparo:

Prepare o caramelo derretendo o açúcar em fogo baixo. Quando derreter junte 1/2 xícara de água fervente, mexa e deixe ferver até obter uma calda lisa. Caramelize toda a forma do pudim e reserve.

Bata no liquidificador o leite condensado, o leite de coco e os ovos, acrescente o coco e misture sem bater. 

Despeje na forma, cubra a forma com papel alumínio e amarre com um barbante. Leve ao forno em banho-maria por cerca de 1 hora e 30 minutos em forno médio.

Outra maneira de ver se o pudim está bom é furando com um palito. Se o pudim estiver firme o palito não sairá melado com o creme.